Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2008

Solstício de chuva.

Sim, para mim isto tem sido um solstício sempre com o mesmo indiferente ritmo... Porque pela lei do acaso, em que eu acredito, as coisas têm simplesmente de acontecer. Na minha mais longa noite, onde mal durmo e muito penso e no dia mais longo em que mal penso e muito vivo, sinto que os ponteiros do relógio giram ao contrário e só o mundo do outro que não vejo, mas bem pressinto, vai no compasso do meu coração. E em muitas noites que pouco se faz, num enaltecer de um segundo muito se vive e eu vou seguindo o meu trilho feito de estilhaços de estrelas com uma réstea ainda cintilante, suspirando para o pouco ar que me sobra neste mundo. E vou neste ritmo de uma balada agitada, num oposto igual que me atrai e contente vou sofrendo como quem ama viver, mas se queixa do pouco mal se passa e do muito amor que me rodeia e que sei, mas muitas vezes esquecendo que muito sou amada. Roubo-te o chão e as palavras porque de ti não espero que me ofereças o teu amparo. Porque neste mundo quer-se paz…

Faltou-me a luz.

E devagarinho, mas bem pesado, instala-se um novo medo em mim... Esta noite sonhei que um primo meu falecia... Enquanto tomava o pequeno almoço, contei à mamã... À hora de almoço tive a notícia de que tinha realmente falecido... Tenho medo ou talvez pânico de voltar a sonhar algo assim...
Estou de luto, pessoas tão bondosas a irem quando ninguém os devia chamar... Nisto sim, devia haver lista de espera e cunhas para quem assim as merece!
E é nestes momentos que me lembro que estou cá como tu,de passagem...

[Foto da fachada lateral da CMC]

Tic.

Gosto quando num simples pressionar de botão de uma recente sony que me foi oferecida, sinto que para mim a beleza ainda existe. Mas no domingo passado algo se passou...Uma nuvem ficou pelo meu regaço, mesmo sobre o meu casaco...

E esta, hein?

[Foto de nuvem em cima do meu casaco.]

I'm back but not in noir.

Decidi e está dicidido...A ser, que o sejamos na íntegra.
A escrever que escreva o que eu acho peranto aquilo que vejo. A partir de hoje, só aqui colocarei fotos minhas. A cada dia de passa, quero ser mais como eu e muito menos como tu.
Estou de volta, i'm back!...

[Foto da pirâmide invertida no Louvre.]