Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

O meu amor morreu.

O meu amor morreu. Há cerca de 17 anos. Ela dorme todas as noites ao meu lado, continua a preparar-me o almoço respeitosamente ao meio dia como o meu momento mais precioso do dia, mas o meu amor, esse morreu. Conheci a minha esposa há 49 anos, não era a mais bonita da aldeia, devia ser nomeada com justiça a mais carinhosa da vila inteira, era a moça dos seus 16 anos que quando sorria iluminava uma sala inteira, eu já tinha os meus 20 e naquela altura tinha idade para saber o que queria, os meus 20 daquela altura, não são os mesmos 20 anos de hoje. Porém, hoje quem se senta à mesa e almoça comigo já não é a pessoa por quem me apaixonei; tem o mesmo corpo, a mesma idade e o mesmo rosto que a minha esposa de 65 anos, o olhar já não é o mesmo, perdeu o brilho e a luz. A cor parece-me agora, um verde mais escuro. Há 17 anos que lhe foi diagnosticado um cancro colorretal no intestino grosso, ela tinha 48 anos e o nosso primeiro neto estava para completar 6 meses de vida. Quando soube o dia…