Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Banho de alma.

Nunca esquecerei o dia da libertação e agora a olhar a fotografia, parece-me que ainda sinto a brisa daquela quente manhã. Queria tocar nos militares para poder dizer que já tinha tocado em anjos. Diziam que vinham para matar, mas a verdade é que só os vi a salvar. Estava vestido de vermelho, em homenagem ao sangue derramado por irmãos meus de terra, atrás de mim os meus semelhantes imitavam-me enquanto a minha mãe suspirava. Eles não tinham noção do que se passava, apenas tudo o que eu fazia, eles repetiam. Passaram 3 militares, eu intercedi junto do quarto que nada viu, ao todo julgo que eram nove, um deles falava ao telemóvel em inglês. Memorizei o que dissera sem o entender, finalmente hoje sei traduzir. “We did it sir! Now they are free people!”O sol brilhava ardentemente, o calor fazia sentir-se na pele e a minha casa era já memória do palácio que fora, estando leves tábuas a segurar a chapa cinza que fazia de portão. Como a minha mãe chorava nesse dia. Mais chorou, quando ela …