Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2008

Relutância.

A dificuldade que tenho em aceitar as coisas, mas no fundo já estão aceites, só não o quero ver. E isto ainda me está inerente. Ando a pensar demais, eu sei, mas às vezes é preciso. Assim como também é preciso olhar para trás para ver o que se passou, para em seguida olhar em frente e caminhar devagar, mas a caminhar. Penso agora que em todos os momentos da minha vida, e quando digo todos, digo mesmo todos, sinto que nesses momentos de solidão pura, estive só e senti-me sozinha. É tão estranho. Tudo por circunstâncias que por este ou por aquele motivo surgiram, mas que foram simplesmente acontecendo. Recordo a morte do meu avô Manuel, agora o internamento da minha mãe... É ensurcedor e terrivelmente doloroso suportar algumas horas do dia. Então o que acontece? Pouco ou nada falo, fico muito calada e vou ouvindo dizer "Mas o que se passa?" ao que respondo que ando cansada. E fica por aí. Mas tal como outros tantos, também eu quero viver e não sobreviver ao que se passa. Ent…

AdN.

É a primeira vez que vou fazer a árvore de Natal cá em casa com uma triteza tão grande e pesada no meu coração.Já o disse, já estou mais leve, mas não quero falar sobre isto...

Um diário que não é meu.

Agora apetece-me passar 3 anos a ver o Diário da Nossa Paixão. Até me confundir e pensar que tenho um amor assim. Ando cansada de tanta coisa. A sério, precisava de 5 anos a dormir, todos com a sua vida já sem mim presente e lá ia eu no campasso do esquecimento que tudo come e nada deixa para trás... Sábado vai ser um dia longo, longo, penso que já sofro só de pensar.

Tenho saudades tuas Bequinhas.

A minha Bequinhas.

Tenho saudades tuas. IMENSAS! De passar os dias contigo, lado a lado, de conversar contigo. Por saber que ao ter aulas ia tar contigo e assim o passo tornava-se mais rápido sem eu dar por ele. Tenho saudades da nossa gincana de anatomia, em que no meio de tanto stress, de tanto medo e tanta confusão nunca nos largámos uma à outra. Tenho saudades de te ouvir falar do Ricardo. Tenho saudades de o ouvir queixar em que eu já passava mais tempo contigo do que tu com ele. Tenho saudades de te ver com o cabelo cortado e dizer que o tinhas cortado demais. Tenho saudades de comer em tua casa o frango tão picante que era uma noite de inverno bem fria e tinhamos tanto, mas tanto calor! Tenho saudades de andarmos no 7T que seguias para casa e que eu apanhava só para estar mais um bocado contigo, quando podia ir a pé. Tenho saudades da nossa Joaninha. Tenho saudades de "sacar" o material de bioquímica e que traziamos ora na tua carteira ou na minha para casa. Fico triste quando vejo foto…

Peter Pan.

Devo confessar que o hi5 tem coisas boas. A sério que tem. Para mim o que mais gosto é a descrição que algumas pessoas fazem sobre si. Aqui fica a minha preferida.

SOBRE MIM:
Um puto xarila com corpo de adulto, mente de sonhador, coração de criança e alma de gigante. Olhos de Sol, lábios de chocolate, braços de Sequoia para abraçar os Oceanos e os Continentes, dedos de algodão para acarinhar os animais e os humanos, voz de Inverno para as gargalhadas, voz de Primavera para os desejos. 185 cm de um enigma indecifrável, que faz cada dia ser mais pequeno e cada noite mais longa. Eternamente louco. É assim que tem piada :) A minha Alma tem muitas cores e com ela quero pintar o Mundo !!!

INTERESSES:
Quero ser o primeiro homem a andar de patins em linha na Lua... e se cair numa cratera, que seja de cabeça para cima para me verem desdentado... mas a rir!!

Digam lá, tenho ou não tenho razão?

[PEDRO, gostava que a tua mãe não se tivesse despedido de ti, significava que ainda não tinha partido. A sen…

FP.

"Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"
Fernando Pessoa
[Numa altura em que o espólio dele vai a leilão.]
Aiiiiiiiiiiiiii. Podemos atrasar ou adiantar a coisa? Vá lá... Ficar assim é que não. Ai que apertosito vai neste coração. Mas poderia mentir e dizer que não gosto de estar assim. Mas gosto! Só se sente e só se vive uma vez na vida. Serei eu uma das sortudas e estará tudo ainda para começar?
Sim.

Ontem ouvi e pressenti que às vezes temos de ser como enguias, ir por aqui e por ali. Ir indo e vendo, sem colocar muitas hipóteses de lado, porque normalmente são essas que seguimos em frente.

Hoje gostei de olhar para ti. Senti que não tive nada, mas que tenho tido sempre tudo. Serei já uma Floribela?:D LOL

Who am I to say you love me?

Love of my life, my soulmate
You're my best friend
Part of me like breathing
Now half of me is left

Don't know anything at all
Who am I to say you love me
I don't know anything at all
And who am I to say you need me

Color me blue I'm lost in you
Don't know why I'm still waiting
Many moons have come and gone
Don't know why I'm still searching...

[Who am I from Hope.]

Há músicas que simplesmente me deixam em baixo. A sério. Identifico-me às vezes sim, é isso. Outras vezes dou comigo a ficar triste por quem as canta. O que vem do fundo de um coração magoado é capaz de partir outro.

Aiiiiiiiii!

Às vezes gostava de ser menos comercial, a sério. Já me disseram que reparo em tanta coisa que passa ao lado de muita gente e eu é que continuo a sentir que me passa é muita coisa ao lado... Quase que é como ouvir a música que todos ouvem, sem notar que existe muito mais música para além desta... Digo eu.

É cedo demais.

Sim. Chega a uma hora que é o nosso fim.
Mas acho que é sempre cedo demais. Há sempre algo mais para fazer, um outro tanto por dizer e muito mais por amar. Mas para além de ser sempre cedo, acho que nunca estamos preparados para perder seja quem for. Do mais velho ao mais novo, nunca estamos preparados. Assim, como a morte leva quem ainda não está pronto para partir.Uma mãe perder um filho, deve ser horripilante, mas um filho perder uma mãe...

Para ti meu doce, todo o meu amor e toda a minha força. Porque só quem passa por elas é que sabe o que custa e eu ainda não sei o que isso é.

Name.

Holding back, everyday the same
Don't wanna be a loner
Listen to me, oh no
I never say anything at all
But with nothing to consider they forget my name.

Parte da música "That´s not my name" Dos Ting Things.